Não fale com estranho

RESENHA: NÃO FALE COM ESTRANHOS

Não Fale Com Estranhos foi meu primeiro contato com uma obra do Harlan Coben. Confesso que fui meio apreensiva e sem muita expectativa, porque livros de suspense/policial não fazem tanto o meu estilo, mas não poderia ter escolhido melhor para mergulhar de cabeça nesse gênero.

O que você verá em Não Fale com Estranhos?

E se tudo o que você acreditava sobre a sua família fosse mentira?

O livro narra a história de Adam, um advogado comum que leva uma “vida perfeita” com sua esposa Corine, que é professora, e os dois filhos. Mas o mundo cor de rosa dele desmorona quando, em uma noite num bar, um estranho se aproxima e conta um segredo de Corine. Um segredo que abala as estruturas de Adam e o tira do eixo. Sem saber se acredita ou não, Adam resolve investigar antes de conversar com a esposa. Após checar as provas apresentadas pelo estranho, e confirmar a mentira da mulher, ele resolve confrontá-la. Ela não nega nem confirma a história, mas pede um tempo a Adam para que possa pensar em tudo. Só que, no dia seguinte, Corine abandona o marido e as crianças, deixando apenas uma mensagem de texto afirmando que está bem e pedindo que não a procurem. Adam sente que algo está errado e começa a investigar por conta própria, tentando descobrir o paradeiro da mulher e os mistérios que envolvem essa história toda. A medida que a investigação evolui, Adam se vê enredado em uma teia de mentiras e perigos que vão surpreender o leitor do início ao fim.

O que eu achei de Não Fale com Estranhos?

Minha experiência com esse livro foi fantástica. Achei o enredo envolvente e muito bem amarrado, com personagens bem construídos e um desfecho surpreendente. Sério, eu sou aquele tipo de pessoa que sempre tem um suspeito, e acabo sempre acertando quem é o bandido ou o assassino. E, para minha surpresa, dessa vez eu não desconfiei de nada!

Não fale com estranhos é uma história que fala sobre segredos e mentiras e até que ponto as pessoas são capazes de chegar por dinheiro.

A leitura fluiu naturalmente embora, muitas vezes, eu tenha ficado tensa e apreensiva com as cenas. Harlan Coben tem um jeito único de passar as idéias dele, e é impossível não se envolver. As descrições são tão bem feitas, no ponto certo, que acabamos nos perdendo nos diálogos e mergulhando na tensão de saber o que vem depois. E nessa, quando você vê, devorou o livro em dois dias.

Com certeza indico NÃO FALE COM ESTRANHOS, mas vou parar por aqui para não correr o risco de liberar algum spoiler.

Mas antes disso preciso dizer que a série produzida pela netflix também está de arrasar. Algumas coisas foram modificadas, mas ainda assim, vale muito a pena!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *