About Me

27 março 2019

Uma dica para quem quer escrever um livro e não sabe por onde começar

| |


Hoje estou aqui, não para fazer uma resenha, mas para dar um dica para vocês.

A maioria de nós já ouviu aquela frase " todo homem deve plantar uma arvore, ter um filho e escrever um livro". Eu já platei uma árvore na escola, enquanto ainda estava no ensino fundamental, já fiz um menininho muito lindo que está beirando os três aninhos, e agora,-  acreditem - estou escrevendo um livro!!

Minha paixão por livros vem desde muito nova, na verdade, se me perguntarem, nem sei responder em que ponto da minha vida isso se tornou uma coisa essencial. Acho que simplesmente aconteceu. Sempre tive verdadeira adoração por poder viajar por inúmeros reinos distantes e entrar na vida de dezenas de personagens apaixonantes para fazer parte de tantas histórias incríveis.

A leitura pra mim é uma sensação indescritível. Tanto que, entrei na onde de conhecer novos autores vasculhando o Kindle Unlimited e acabei esquecendo da vida. Tanto que li quase que um livro por dia no último mês. Você deve estar pensanso, "nossa que descontrolada" - e é bem por aí mesmo. Por isso hoje resolvi criar vergonha na cara e começar a organizar meus a fazeres, se não nunca mais saio da frente do leitor digital.

Mas, voltando ao assunto, comecei um blog porque a paixão pela leitura já não era mais os suficiente para mim, e eu precisave externar meus sentimentos, então comecei a compartilhar alguns textos e devaneios que saiam da minha cabeça. Quando achei que estava mesmo pronta para  o próximo passo, com uma história que realmente faz meu coração vibrar, dei início à minha preparação. E quando digo preparação, quero dizer, estudar sobre a coisa toda. Comecei a assistir muitos vídeos sobre escrita criativa, e ler muitos artigos também. Peguei muitas dicas legais! Mas, na maioria dos vídeos que assistia, todo mundo indicava um livro em específico que é considerado a bíblia do escritor iniciante. Procurei esse livro como louca, e quando finalmente consegui encontrar, estava meio acima do meu orçamento. Acabei deixando de lado, para comprar "mais para frente" e resolvi parar meus planos um pouquinho. 

Acontece que, como a Amazon me adora, eles resolveram me mandar um e-mail oferecendo um e-book disponível no Kindle Unlimited, que se encaixava perfeitamente nas minhas últimas pesquisas. Não era o que eu estava procurando mas, por que não? Certo?

Certo.

Então assim eu conheci o Nano Fragonese e seu livro Como Escrever Um Livro: O Guia Completo. E preciso dizer, obrigada Amazon!

O e-book foi uma grata surpresa. Sério, eu aprendi tanta coisa e foi uma leitura tão fácil, que eu não consigo parar de sorrir enquanto escrevo esse post (hahaha). O Nano ensina tudo o que ele sabe de uma forma bem sucinta, direta, fácil. Sem ficar enrolando demais. A impressão que dá é de que a gente tá tendo uma conversa durante o café da tarde. É uma leitura muito gostosa, cheia de ensinamentos e motivação.

Ele divide o livro em seis partes: a preparação do autor, fundamentos, tensão e conflito, personagem e trama, cena e edição e publicação. E como ele é uma pessoa muito amorzinho, tem um bônus com um ESTUDO DE CASO! Juro! Um estudo de caso com um dos livros dele. E para mim foi a melhor parte, porque pôs em prática tudo que ele ensinou o livro inteiro.

Valeu muito a pena. Então, para aqueles que como eu, querem se aventurar nessa loucura que é a escrita, e quer se dedicar a estudar com afinco - o que eu acho muito legal, diga-se de passagem - eu super indico esse e-book. Vou deixar AQUI  o link para o livro na Amazon e AQUI  o site do Nano. Ele tem um blog com umas dicas super legais além de um serviço de consultoria (acho que dá pra chamar assim), que achei super interessante.

É isso aí pessoal, não deixem de me contar o que vocês acharam aqui nos comentários!

Um comentário:

  1. Eu já tive muita vontade de escrever um livro. Já rascunhei uma coisa aqui outra ali, postei uns capítulos no watpad. Mas acho que não tenho talento pra coisa. Eu acredito sim que escrita é transpiração, é trabalho árduo mesmo. Mas lá no fundo, um pouquinho de talento não faz mal. Como gosto muito de romances (romance romântico), a minha intenção era escrever justamente um, mas ao decorrer da história percebi que estava ficando muito genérico. Mais do mesmo, ever and ever. Parece contraditório, já que sou obcecada por qualquer historinha clichê. Mas a verdade é que eu gostaria de escrever com um propósito. Eu queria ter um história bonita para contar. E isso ainda não me surgiu.
    A maior inveja que eu tenho hoje é de quem sabe escrever (hehe!). É de quem tem algo pra falar e precisa transbordar no papel ^^

    Força na sua caminhada! E sobre o que será seu livro?

    Beijos!

    ResponderExcluir