About Me

27 março 2019

Uma dica para quem quer escrever um livro e não sabe por onde começar

| | 1 comentários


Hoje estou aqui, não para fazer uma resenha, mas para dar um dica para vocês.

A maioria de nós já ouviu aquela frase " todo homem deve plantar uma arvore, ter um filho e escrever um livro". Eu já platei uma árvore na escola, enquanto ainda estava no ensino fundamental, já fiz um menininho muito lindo que está beirando os três aninhos, e agora,-  acreditem - estou escrevendo um livro!!

Minha paixão por livros vem desde muito nova, na verdade, se me perguntarem, nem sei responder em que ponto da minha vida isso se tornou uma coisa essencial. Acho que simplesmente aconteceu. Sempre tive verdadeira adoração por poder viajar por inúmeros reinos distantes e entrar na vida de dezenas de personagens apaixonantes para fazer parte de tantas histórias incríveis.

A leitura pra mim é uma sensação indescritível. Tanto que, entrei na onde de conhecer novos autores vasculhando o Kindle Unlimited e acabei esquecendo da vida. Tanto que li quase que um livro por dia no último mês. Você deve estar pensanso, "nossa que descontrolada" - e é bem por aí mesmo. Por isso hoje resolvi criar vergonha na cara e começar a organizar meus a fazeres, se não nunca mais saio da frente do leitor digital.

Mas, voltando ao assunto, comecei um blog porque a paixão pela leitura já não era mais os suficiente para mim, e eu precisave externar meus sentimentos, então comecei a compartilhar alguns textos e devaneios que saiam da minha cabeça. Quando achei que estava mesmo pronta para  o próximo passo, com uma história que realmente faz meu coração vibrar, dei início à minha preparação. E quando digo preparação, quero dizer, estudar sobre a coisa toda. Comecei a assistir muitos vídeos sobre escrita criativa, e ler muitos artigos também. Peguei muitas dicas legais! Mas, na maioria dos vídeos que assistia, todo mundo indicava um livro em específico que é considerado a bíblia do escritor iniciante. Procurei esse livro como louca, e quando finalmente consegui encontrar, estava meio acima do meu orçamento. Acabei deixando de lado, para comprar "mais para frente" e resolvi parar meus planos um pouquinho. 

Acontece que, como a Amazon me adora, eles resolveram me mandar um e-mail oferecendo um e-book disponível no Kindle Unlimited, que se encaixava perfeitamente nas minhas últimas pesquisas. Não era o que eu estava procurando mas, por que não? Certo?

Certo.

Então assim eu conheci o Nano Fragonese e seu livro Como Escrever Um Livro: O Guia Completo. E preciso dizer, obrigada Amazon!

O e-book foi uma grata surpresa. Sério, eu aprendi tanta coisa e foi uma leitura tão fácil, que eu não consigo parar de sorrir enquanto escrevo esse post (hahaha). O Nano ensina tudo o que ele sabe de uma forma bem sucinta, direta, fácil. Sem ficar enrolando demais. A impressão que dá é de que a gente tá tendo uma conversa durante o café da tarde. É uma leitura muito gostosa, cheia de ensinamentos e motivação.

Ele divide o livro em seis partes: a preparação do autor, fundamentos, tensão e conflito, personagem e trama, cena e edição e publicação. E como ele é uma pessoa muito amorzinho, tem um bônus com um ESTUDO DE CASO! Juro! Um estudo de caso com um dos livros dele. E para mim foi a melhor parte, porque pôs em prática tudo que ele ensinou o livro inteiro.

Valeu muito a pena. Então, para aqueles que como eu, querem se aventurar nessa loucura que é a escrita, e quer se dedicar a estudar com afinco - o que eu acho muito legal, diga-se de passagem - eu super indico esse e-book. Vou deixar AQUI  o link para o livro na Amazon e AQUI  o site do Nano. Ele tem um blog com umas dicas super legais além de um serviço de consultoria (acho que dá pra chamar assim), que achei super interessante.

É isso aí pessoal, não deixem de me contar o que vocês acharam aqui nos comentários!

06 março 2019

6 on 6 : O que é fotografar?

| | 4 comentários

Fala, galera, tudo certo com vocês!
Primeiro post do projeto 6 on 6!!!!

Fazia muito tempo que eu estava com vontade de participar de um projeto assim, mas nunca tinha encontrado alguém que quisesse embarcar nessa comigo.

Recentemente - para nossa alegria - conheci a Samanta, do blog Dose de Estrelas. Ela me contou que também tinha a mesma vontade que eu, e me convidou para participar desse projeto junto com ela e a fofa da Marina, do blog 31 de Março. Claro que aceitei na hora, e feliz pra caramba!

Hoje é a nossa primeira postagem dessa blogagem coletiva, e o tema escolhido não poderia ser outro: O que é a fotografia para você?

Refleti muito sobre isso, sobre como eu me sinto em relação a fotografia e o que ela influência na minha vida.


A fotografia pra mim é uma coisa muito íntima, muito pessoa, ela está ligada a nossa alma. Ela serve para registrar momentos. Nossos momentos especiais, momentos rotineiros. Sonhos tornados realidade... Por esse motivo, resolvi utilizar aqui algumas fotos muitos especiais para mim, que registraram momentos muito importantes da minha vida.


Por esse motivo, resolvi utilizar aqui algumas fotos muitos especiais para mim, que registraram momentos muito importantes da minha vida.


A primeira foto é muito especial porque é o que me liga à fotografia. Aquela câmera era do meu avô, que tinha a fotografia como hobbie, então acho que esse amor tá no sangue né?


A segunda e a terceira são registros da minha primeira viagem internacional ao lado da minha família (só faltou a sogrinha rs!), a quarta foto foi tirada no caminho para o meu emprego no meu primeiro dia de trabalho. Não sei oorque, mas essas folhas lindinhas me dao uma sensação de recomeço. A quinta foto foi tirada na tarde em que meu filhotinho de 2 aninhos teve o primeiro contato dele com uma câmera ( e pasmem, ele ama!) e a última foto foi um book que eu e meu marido fizemos em casa para registrar o primeiro natal do nosso pitoco.


E isso galera, espero que voces tenho gastado! Me contem aqui nos comentários o que vocês acharam e o que e a fotografia para vocês!

Também nano deixem de conferir as fotos no blog das parceiras lindas Samanta Dafini do Dose de Estrelas e Marina Menezes do 31 de Março. Esse trio ta realmente muito amorzinho ❤️

04 março 2019

E quando a gente menos espera...

| | 0 comentários





-Eu te amo.


Aquelas palavras pegaram Ana de surpresa. Andrew a encarava com espectativa, e ela sabia que precisava responder, dizer algo, qualquer coisa que fosse, para quebrar aquele silêncio que, de alguma forma, já beirava o constrangimento. Mais do que isso, ela queria abraçá-lo, beijá-lo e gritar o quanto estava feliz por, finalmente, ouvir o que esperou por tanto tempo.
Enquanto olhava nos olhos de Andrew, as lembranças voltavam com uma força absurda. Ana lembrou da primeira vez em que seus olhares se cruzaram. Andrew estava lindo vestindo jeans e uma camisa pólo azul claro, que combinava perfeitamente com seus olhos, e seu cabelo ganhara uma coloração acobreada sob a luz do sol.
Ana lembrou, também, de como suas mãos se encaixaram perfeitamente quando Andrew a ajudou a levantar, depois ter sido atropelada por um skatista descuidado, que ignorou o fato de o parque ter uma pista de skates para evitar esse tipo de acidente.
Ela lembrou de todos os momentos que passaram juntos desde então, e de como seria o futuro deles a partir desse instante. Tentou imaginar como seria sua vida de casados. Uma bela casa com dois quartos, uma cerca branca e um grande jardim para que seus dois filhos, Bianca e Leonardo, e seu cachorro Thor, pudessem correr e brincar pelo tempo que quisessem.
Ela o acordaria todos os dias com um beijo, e esperaria por ele com um belo jantar para  que ele pudesse relaxar após um estressante dia de trabalho. Eles assistiriam filmes nas sextas-feiras à noite e passeariam com as crianças nos finais de semana. Todos os dias seriam como uma bela manhã de natal.
Ana foi arrancada de seus devaneios quando sentiu as mãos de Andrew em seu rosto. Ela percebeu a confusão em seu olhar, e quis imediatamente reconfortá-lo. Dizer que todos os dias que eles passaram juntos foram os melhores da vida dela. Que, com ele, sentia-se amada e segura, e que tudo ao seu lado ficava mais bonito. Que, naquele momento, ela tinha tudo o que precisava para ser feliz, e que foi quando seus olhos se cruzaram pela primeira vez, que ela começou a viver.
Um filme passou pela cabeça de Ana, até que o nó na gargante se desfez, e ela finalmente conseguiu responder - Eu também amo você.

27 fevereiro 2019

Leitura Conjunta: Dança da Floresta - Juliet Marillier

| | 0 comentários


Até o início desse ano eu nunca havia participado de uma leitura conjunta. Sempre tive curiosidade, vontade, mas nunca a oportunidade propriamente dita. Até que, no final de janeiro, entrei na leitura conjunta de Drácula de Bram Stoker, organizada pelas fofas da Melina Souza e ThaisCavalcante. Rolou o mês inteiro, estamos chegando ao fim da leitura, e eu comecei a me sentir órfã novamente. É incrível o que essas experiências fazem com a gente. Vira um vício. É tão bom poder conhecer pessoas novas e debater as nossas impressões sobre essas preciosidades que são os livros.
E então, como num passe de mágica, surgiu uma atualização do ig da Ju Vogel na minha time line, convidando geral para uma leitura conjunta de Dança da Floresta, da autora Juliet Marillier. Confesso que topei antes mesmo de pesquisar o assunto do livro, mas após ir atrás da sinopse, fiquei mais feliz ainda de ter embarcado nessa nova aventura.

Esta é uma história mágica que transita entre um mundo mítico e um castelo na Transilvânia... Jena uma garota de 16 anos seu sapinho de estimação Gogu e suas quatro irmãs guardam um segredo: desde pequeninas em toda noite de Lua Cheia fazem sombras com as mãos contra uma pedra abrindo um misterioso portal para uma floresta mágica onde dançam com encantadoras e bizarras criaturas fantásticas. Porém elas não imaginavam que suas vidas mudariam drasticamente: o pai adoece e por recomendações médicas vai para uma região onde o inverno é mais ameno. Jena e sua irmã Tati ficam encarregadas de cuidar dos negócios da família no castelo Piscul Dracului. As coisas vão bem até que um trágico acidente deixa tudo fora de controle. Para piorar sua irmã se apaixonara por uma das misteriosas criaturas da Clareira Dançante da floresta...

A leitura está sendo organizada pela Ju Vogel do ig @NemetonDosLivros e pelos igs @CapituloMais e @Loo.Bruxa_Literária. Quem tiver interesse pode acessar essa FOTO e deixar um comentário que a Ju te chama inbox e te adiciona no grupo do zap zap Posso adiantar que ainda não começamos a leitura, mas as conversas e trocas de experiências são fantásticas! Já conheci pessoas (e profissionais) incríveis que espero poder manter contato após terminarmos a leitura do livro.

O cronograma é para o mês de março. Iniciamos em 01/03/2019 e encerramos as discussões em 29/03/2019. E para os que resolveram não participar porque não tem o livro e não está podendo comprar, não se preocupem! As meninas estão disponibilizando o e-book por e-mail, ou seja, não tem desculpa! hahaha

Vou deixar aqui mais alguns igs que estão participando desse grupo amorzinho: @fogos_literario @livrosdoces @pilha_livros @leve1livro @desfrutandopaginas @procrastireading  @escriptopia @contandoaspaginas @joseanne_blauth

E vocês, já leram ou tem vontade de ler alguma obra da Juliet Marillier? Não deixem de me contar aqui nos comentários o que acharam ou se resolverem participar!

"A leitura é o alimento da alma. É descobrir um mundo novo, a cada virar de página. É sorrir, é chorar, é se emocionar. É conhecer o mundo, sem precisar sair do lugar."

25 fevereiro 2019

Livro x Kindle: Quais as diferenças e como me organizo

| | 5 comentários

Recentemente eu recebi, em uma resenha postada aqui, um comentário super fofo da Samanta, do blog Dose de Estrelas. Nesse comentário veio também uma pergunta que várias pessoas me fazem: Leitor digital vale a pena? Por isso, resolvi escrever esse post hoje, para dividir a minha experiência com vocês.

Bom, se você me pergunta qual é a diferença entre ler no livro físico e ler no Kindle, posso te responder: quase nada. Agora, se você quer saber se comprar um leitor digital vale a pena, essa pergunta já é um pouco mais complicada. Acho extremamente difícil dar essa opinião, porque vai do gosto de cada um.

Eu mesma, até uns dois anos atrás, tinha um certo preconceito com leitor digital. Sempre fui uma grande defensora dos livros físicos. Nada substitui a sensação de segurar o livro, folhear, sentir o cheiro de livro novo - sim, sou dessas. Mas, infelizmente, vamos ter que concordar que essas preciosidades, pelo menos aqui no Brasil, estão ficando absurdamente caros. 

Foi então que, em 2017, meu marido me deu um Kindle de presente de aniversário - para quem não sabe, kindle é o leitor digital da Amazon. Meu primeiro e-book lido em e-reader foi The Secret Circle - A Iniciação. Lembro que eu estava ha muito tempo louca para ler esse livro mas não conseguia porque era muito dificil encontrar a versão física, e quando encontrava, era sempre muito cara, ou o frete não compensava. Foi então que descobri, por acaso, o Kindle Unlimited - a Netflix dos livros. E foi aí que a história começou a mudar. Passei a ler mais, e mais rápido. Comecei a tomar gosto pela coisa, e meu leitor digital acabou conquistando seu lugarzinho no meu coração. 

Ter um e-reader pode facilitar muito a vida. Por ser leve e facil de carregar, dá para ler em qualquer lugar. Na parada, no ônibus, nos intervalos das aulas... Sem aquela necessidade de carragar imensos calhamaços na bolsa. A questão custo-benefício também conta, já que tenho encontrado a maioria dos e-books pela metade do preço do livro físico. Sem contar que e-books entram em promoção com uma frequência muito maior.

Não posso dizer que um é melhor do que o outro, porque continuo amando (loucamente) os livros físicos. Mas posso dizer que as duas versões suprem as minhas necessidades.

Como me organizo: Aqueles livros do tipo mais esperados, lançamentos que eu quero desesperadamente ler ou ter em minha coleção (do tipo todas as capas da Darkside Books haha) eu compro na versão fisíca. Os outros milhares de livros que estão na minha wishlist compro a versão e-book e mando ver no kindle!

O fato de ter um leitor digital não significa que você deva parar de comprar livros físicos. Ou vice-versa. Os dois podem conviver em harmonia, cada um com a sua função. rs!

Enfim, independente da forma que você escolher, o importante é ler.


A leitura é o alimento da alma. É descobrir um mundo novo, a cada virar de página. É sorrir, é chorar, é se emocionar. É conhecer o mundo, sem precisar sair do lugar.


E você, o que você prefere? Não deixe de me contar aqui nos comentários!